Núcleo CASLA SABORES e Ministério Público do Trabalho promovem Curso de Culinária para Migrantes

O curso de auxiliar de cozinha para migrantes teve início no dia 28 de agosto na Casa Latino Americana, Casla,  em parceria com o Ministério Publico do trabalho. São  20 imigrantes, entre eles guineses, congoleses, haitianos, venezuelanos, entre outros, que durante quatro meses participarão das atividades.


O curso fornece certificação profissional e habilita para o mercado de trabalho. Serão três módulos: comidas do mundo, pães, massas e doces, conservas e compotas. Tendo ainda aulas extras de preparo de hortas em pequenos espaços.

O curso é ministrado pelo Maître Leonardo de Leon, o qual tem grande formação e experiência na Itália. Conta ainda com Maria Fernanda Cheren, bióloga, doutoranda em Meio Ambiente e Desenvolvimento, a Msc Engenheira Agrônoma Andrea Mayer Veiga (coordenadora)  e Cassia de León, analista de recursos humanos.



O curso tem proporcionado experiencias interessantes por permitir compartilhar histórias de vida, saberes culinários, hábitos culturais, diversidade de idiomas e dialetos entre os participantes do projeto .


Em meio ao som de pratos, garfos e panelas, ouvimos musicas, cantadas por eles. O sorriso no rosto é sempre presente em todos. É uma experiencia de troca única! Além do curso auxiliar na inserção no mercado de trabalho, os alunos realizarão aulas onde a valorização de sua cultura e a troca de experiências neste sentido será o foco principal. Desta maneira, a memória e o intercâmbio cultural culinário serão pano de fundo para antigos e novos sabores.


 

E ao final do curso teremos algumas surpresas. Aguardem e acompanhem!





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *