REDE ORGANIZA VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL: “POR UMA ECOLOGIA DE SABERES…”




Entre os dias 16, 17 E 18 de novembro de 2016, a Rede Internacional CASLA-CEPIAL promoverá, com o apoio da Casa Latino-americana, da Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Culturais da UEPG e da Fundação Araucária, da APP Sindicado, dos Grupos de Pesquisa Interconexões (UEPG) e Meio Ambiente, Sociedade e Cultura (UFPR) o VII Seminário Internacional da REDE, intitulado “Por uma ecologia de Saberes: produção social do conhecimento e desconstrução da colonialidade”.

O evento contará com distintos atores sociais (poder público, academia e organizações sociais) do Brasil e América Latina que dialogarão sobre as seguintes temáticas:



1. CONHECIMENTOS LOCAIS, DIREITOS COLETIVOS e TERRITORIALIDADES TRADICIONAIS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A ECOLOGIA DE SABERES.

Dia 16 de novembro, Ponta Grossa, UEPG.

2. PRODUÇÃO SOCIAL DO CONHECIMENTO: POR UMA ECOLOGIA DE SABERES PLURAIS E PERTINENTES

Dia 17 e 18 de novembro, Curitiba, CASLA.


Objetivos Gerais:


Trazer à cena diferentes experiências (acadêmicas, dos movimentos sociais e do poder público) sobre a questão dos direitos socioterritoriais que envovlem práticas e saberes múltiplos de natureza e  reconhecimento de identidades e direitos coletivos.



Público Alvo:


Comunidade acadêmica, organizações sociais, poder público




Inscrições:

As inscrições são limitadas e devem ser feitas pelo e-mail eventos.redecepial@gmail.com , indicando:


Nome Completo:

Instituição:
Endereço residencial:
Fone:
Um ou mais Dia(s) do evento em que deseja se insver:
(  ) 16 UEPG, (   ) 17 CASLA, (   )18 CASLA

Para participar das atividades os ouvintes e apresentadores deverão levar dois ou mais quilos de alimentos não perecíveis e/ou produtos de limpeza. Essas doações serão revertidas para as comunidades indígena, quilombola e aos estudantes de escolas públicas. Sugere-se como alimentos não perecíveis a serem doados: feijão, arroz, farinha de milho, açucar, achocolatado, caixas de leite.


Certificado:

Serão emitidos certificados de participação no Seminário Internacional para aqueles interessados que realizarem o pagamento no valor de R$ 20,00 (vinte reais), durante ou após o evento, desde que o mesmo comprove 75% de freqüência nas atividades programadas.



~*~*~*~*~*~*~*~* PROGRAMAÇÃO ~*~*~*~*~*~*~


    Dia 16 de novembro de 2016 
    Local: UEPG (Ponta Grossa)




* 08h00 as 8h15

Abertura Oficial

Pró-­reitora Dra. Marilisa do Rocio Oliveira, administradora (PROEX/UEPG)

Dra. Gladys De Souza Sanchez (coordenadora da Rede)


* 9h00 as 9h30

Mística integradora


* 09h30 as 10:30h – Inicio dos Trabalhos

Mesa redonda 1: “Vivências da cultura: organização do trabalho, os conhecimentos da natureza, a saúde e religiosidade, o cotidiano no território tradicional”

Amantino Sebastião Beija (Articulação Puxirão de Povos Faxinalenses), Ana Maria dos Santos (Movimento Aprendizes da Sabedoria), Elenita Ferreira Lima (Comunidade Remanescente de Quilombolas), Dirceia Pereira  (Movimento de Pescadores artesanais do Paraná), Valdelice Veron (Terra Indígena Guaraní-Kaiowá), Aldo Fernando Assunção (UNESC),
 Ngenpin Armando Marileo Lefio (Mapuche Univ. Aire Libre, Chile), Nicolas Floriani (UEPG, Coordenador)



* 10h30 – 12h00 

Mesa redonda 2: “Conhecimentos  Locais,  Direitos  Coletivos  e  Territorialidades Tradicionais: estratégias  para  a  reconhecimento  da  diversidade  epistemológica”.

Profa. Rosirene Martins Lima, Geógrafa (UEMA), Prof. Josué Costa Silva, Geógrafo, (UNIR), Prof.  Joaquim Shiraishi Neto, advogado (UFMA), Profa.  Ana Tereza dos Reis, educadora (UnB), Procurador Saint Clair Honorato dos Santos, advogado (Ministério Público Paraná), Prof. Dr. Dimas Floriani,  (Coordenador)



* 13h30 – 14h00 

Sessão – Trabalhando Espiritualidades 


* 14h00 as 16:00h

Oficina de diálogo: “Apontando problemas e em busca de soluções: estratégias conjuntas entre atores”.

Subgrupos temáticos:Educação, Saúde, Alimentação, Terra, Violência, Juventude, Agricultura, Comunicação, 3a Idade



* 15h30 as 16h00

Trabalhando Espiritualidades 


* 16h00 as 19h00

Oficina de diálogos: “Resultados: registrando estratégias de ação conjunto entre atores pelo apoio e reconhecimento de diversidade socioterritorial”

Subgrupos temáticos:Educação, Saúde, Alimentação, Terra, Violência, Juventude, Agricultura, Comunicação, 3a Idade




Dia 17 de novembro de 2016

Local: CASLA (Curitiba)




*
 08h30 as 09h30

Palestra: Filosofía y cosmovisión mapuche, su relación con la naturaleza y los fundamentos de su espiritualidad

Armando Marileo Lefio 
(Fundador y Co-director de Mapuche Universidad al Aire Libre – Temuco, País Mapuche)



* 9h00 as 12h00

Mesa redonda 3: “Ciência, valores, diálogo de saberes e práticas na perspectiva da sustentabilidade socioambiental”.

Hugh Lacey (Swarthmore College, EUA), Antonio Halisky (UFPR Litoral), Dimas Floriani (UFPR/CASLA), Geraldo Milioli (UNESC), 
Ana Tereza Reis Silva (CDS, Unb, coordenadora)


* 13h30 – 13h30 

Sessão – Trabalhando Espiritualidades


* 14h- 16h00

Mesa Redonda 4: “Paisagens, Territórios e Sistemas de Produção Material e Cultural de Comunidades Rurais Tradicionais”

Francisco Ther Ríos (ULAGOS, Chile), Nicolas Floriani (UEPG), Ancelmo Schörner (UNICENTRO), A
ntonio Haliski (UFPR-Litoral), 
Luciano Z. P. Candiotto (UNIOESTE), Joaquim Shiraishi Neto (UFMA, coordenador)


* 16h00 – 16h30

Sessão – Trabalhando Espiritualidades (frases para paz)


* 16h30 – 20h00

Mesa Redonda 5: “Valorização das diferenças, das identidades e desconstrução da colonialidade: construindo experiências na área dos direitos humanos e da natureza” * (ver metodologia)

Núcleos da Casa Latino-americana:
CASLA RI: Priscila Drozdek Altancara, Gabriel Thomas Dotta, Carlos Cunha,
CASLA COM: Susy Emico Murakami, Roberta Braga, Rosane Mioto,
CASLA PSI: Luana Sorrentino, Gabriela  Carvalho Teixeira, Luccas Cechetto
CASLA Ambiente: Maria Fernanda Cherem, Leonardo De León, Alexandre Hedlund, Andrea Mayer Veiga, Guilherme Feitas Silva
CASLA JUR: Fabíola Colle, Adriano Salvo, Dafne Scarbek, Juliana Fontana


GP Interconexões: Saberes, Práticas e Políticas de Natureza

Tiago Augusto Barbosa (UEPG), Sandra Engelmann (IFPR), Alexsande Franco  (UFAC), Ana Paula Ferreira Alves (UEPG), Maximillian Ferreira Clarindo, Adelita Staniski, Everton Miranda, Ariadne Patricia Alves, Bruna Teixeira, Janaine Rodrigues, Samara Moleta Alessi, Miriane Araujo Serrato, Barbara de C. Macedo, Guilherme Scheid, Jessica L. Gadotti, Jessica L. Oliveira, Rodrimar Paes, Juliano Strachulski


GP Epistemologias, Saberes, Práticas e Conflitos Socioambientais

Turma XI MADE, UFPR (Irma Catalina Salazar Bay, Abdala Diorkis Sanchez Paz, Leonardo Patrício Migues de León, Nathalia Lima Barreto, Adriano Fabri, Ana Lizete Farias, Zenilda Ribeiro Silva e Naziel de Oliveira) e Turma XII (Alexandre Nicoletti Hedlund, Guilherme Leonardo Freitas Silva e David Fadul)

GP LAPEF – Laboratório dos Povos Eslavos e Faxinalenses

José Adilçon Campigoto (Coordenador, UNICENTRO), Vania Vaz, Sonia Vanessa Langaro, Leonardo Kroin, William Ribeiro Pinto.


GP GEGATE – Grupo de Estudos em Geografia Agrária e Território

Celbo Antonio Fonceca Rosas (coordenador, UEPG), Adriana Aparecida Galvão, Denny Wilson Haas, Eliane Netrebka Ramos, Fernanda Ribeiro Luz, KAwany Lohmann Schwebel, Maira Alejandra Buelvas


GETERR – Grupo de Estudos Territoriais
Luciano Z. P. Candiotto (coordenador, UNIOESTE)

GEODES – Grupo de Estudos sobre Geodesenvolvimento
Luis Alexandre Gonçalves Cunha (coordenador, UEPG)



* Metodologia a ser empregada na mesa 5:


Cada Núcleo (ou Grupo de Pesquisa) deverá apresentar resumos simples com até três autores na área de: Cultura, Saúde, Meio Ambiente, Relações Internacionais, Jurídica, Comunicação, Economia. Os resumos serão debatidos entre os Grupos. 


Sugere-se a elaboração dos resumos simples (uma lauda, times new roman, fonte 10, espaçamento simples), contendo título (caixa alta), nome dos autores (até três autores, seguindo de e-mail e vínculo institucional), e ao final palavras-chave (até cinco).

Cada coordenador de Grupo (ou representante indicado) apresentará a síntese dos resumos dos seus respectivos integrantes. Após a apresentação das propostas pelos coordenadores ou representantes dos Grupos, será aberto um debate com a platéia, no qual cada autor poderá contribuir. Ao final, os coordenadores deverão relatar as linhas convergentes (ou divergentes) apresentadas. A síntese será lida na assembléia geral da REDE CASLA-CEPIAL.


Dia 18 de novembro de 2016
Local: CASLA (Curitiba)




* 8h30 as 9h00 

Sessão – Trabalhando Espiritualidades


* 9h00-12h00

Mesa Redonda 6: “Por uma descolonização do pensamento e do poder: propostas epistemológicas, políticas e culturais desde do Sul”.

José Edmilson de Souza Lima (UniCuritiba), Maria do Rosário Knechtel (MADE-UFPR), José Tomaz Mendez (MADE-UFPR), Lucia Helena de Oliveira Cunha (MADE-UFPR), Katya Isaguirre (UFPR), 
Valdelice Veron (Terra Indígena Guaraní-Kaiowá), Rosilene Martins de Lima (UEMA, coordenadora)


* 13h30 as 14h00 – 

Sessão – Trabalhando Espiritualidades


* 14h00 as 18h00

Assembleia da REDE: Pauta “V° CEPIAL na Colombia”




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *